A imperdível Estrada Romântica!

A estrada mais famosa da Alemanha é sem dúvida a Estrada Romântica. Por mais de 50 anos ela tem sido a mais procurada de todas as rotas turísticas da Alemanha.
Esta rota percorre 380km através de natureza, cultura, história, cenários grandiosos, delícias culinárias e muito romantismo.

Ela começa na histórica cidade de Würzburg, no rio Main, passa pelos fantásticos vinhedos francônios, ao longo do rio Tauber e chega até os Alpes em Füssen.
Oficialmente são 29 cidadezinhas que fazem parte da Estrada Romântica! Impossível não deixar de visitar cada uma. Um sonho!

Sigam-me agora por esta estrada e descubram toda a magia e romantismo que ela transmite!

caminho da Estrada Romântica
O caminho da Estrada Romântica
Muitos vilarejos lindos pelo caminho da Estrada Romântica
Muitos vilarejos lindos pelo caminho da Estrada Romântica
A Estrada Romântica passando por dentro de lindas cidadezinhas
A Estrada Romântica passando por dentro de lindas cidadezinhas

O início oficial do nosso passeio começa por Würzburg, com suas construções históricas magníficas em pleno rio Main. Destaque para a espetacular Marienberg, a fortaleza no alto de uma morro que pertencia aos poderosos Bispos. O Residenz (Patrimônio Mundial da Unesco) e seus inesquecíveis jardins; a antiga catedral, a Praça do Mercado e a antiga ponte. Nesta região vale a pena visitar e passear pelas vinículas na região do vinho da Francônia.

Nosso passeio segue por vilarejos com vistas estonteantes entre elas Lauda-Königshofen no coração do Vale do rio Tauber, cidade do vinho e trilhas espetaculares, com igrejas magníficas da arquitetura barroca, casas em enxaimel e pontes históricas.

Tauberbischofsheim, uma das mais antigas cidadezinhas do belo Vale do rio Tauber, encanta pelas suas ruazinhas e o lindo castelo, bem no centro da cidade.

Passamos por Bad Mergentheim, a cidade da Ordem dos Cavaleiros Teutônicos com seu espetacular castelo recheado com muita história. Sem dúvida inesquecível e vibrante!

Em Weikersheim, casa dos importantes Condes de Hohenlohe com seu castelo renascentista rodeado por magníficos jardins em estilo Versailles.

Depois, chegamos em Röttingen, aninhada nas colinas repletas de vinhedos e emoldurada por sua muralha e torres medievais.

Greglingen com ruazinhas charmosas e muitas, muitas casas em enxaimel dão um charme a esta cidade historicamente importante.

Mais tarde, finalmente chegamos na mais linda cidade da Estrada Romântica: acima do rio Tauber, famosa por seu Natal e heróis inesquecíveis que preservaram de forma impressionante seu contorno medieval, a espetacular Rothenburg ob der Tauber. Passamos um dia inteiro por lá!

A charmosa Creglingen
A charmosa Creglingen
a encantadora Weikersheim
Eu na encantadora Weikersheim
Ruazinhas de Rothenburg ob der Tauber
Ruazinhas de Rothenburg ob der Tauber

No dia seguinte seguimos para Schillingsfürst, Feuchtwangen Dinkelsbühl, cidades antigas, esta última uma das mais bem preservadas vilazinhas medievais com sua catedral considerada uma das mais lindas da Alemanha. A prefeitura histórica de Dinkelsbühl ilustra um passado de guerras e conquistas.

Wallerstein, Nördlingen, Harburg e Donauwörth, cidades tão encantadoras e pitorescas que, para mim, saíram de um livro de contos de fadas. Suas paisagens urbanas medievais são de tirar o fôlego.

Depois de passarmos por Rain e admirar na sua rua principal seu conjunto de fabulosas casas dos séculos XVII e XVIII, chegamos em Augsburg.

A cidade, fundada pelo imperador romano Augustus a mais de 2 mil anos atrás,  é considerada uma das cidades mais antigas da Alemanha. Seu centro histórico com sua magnífica Maximilianstrasse, as fachadas barrocas e renascentistas dos seus palácio e mansões, fazem desta cidade parada obrigatória.

Castelo dos Condes de Hohenlohe, em Weikersheim
Castelo dos Condes de Hohenlohe, em Weikersheim
Castelo dos Cavaleiros da Ordem Teutônica, em Bad Mergentheim
Castelo dos Cavaleiros da Ordem Teutônica, em Bad Mergentheim
Tauberbischofsheim
Tauberbischofsheim
Caminho pela Estrada Romantica
Caminho pela Estrada Romantica
Röttingen
Jardins do Castelo em Weikersheim
Jardins do Castelo em Weikersheim
A bela Feuchtwangen
Feuchtwangen
Rain am Lech
Rain am Lech

No outro dia, bem cedo, nos despedimos de Augsburg e seguimos a romântica estrada, cuja paisagem cada vez mais inesquecível, nos transportava ao passado. Vilazinhas, não oficiais desta rota, nos fez estremecer de tão perfeitas e únicas. O povo acenando pelas ruas, dando-nos boas vindas e nos desejando uma viagem mágica! Esta magia já tínhamos encontrado desde o começo. Difícil descrever!

Friedberg, fundada em 1264 transmite paz. Uma parada para visitar sua linda praça, a Marienplatz e apreciar deliciosos café e bolo nas várias confeitarias espalhadas pela elegante praça. Como disse, além de transmitir paz, Friedberg também transmite muita história em cada ponto que olhávamos.

Landsberg am Lech é uma cidade com mais de 850 anos. O coração da velha cidade nas margens do rio Lech dá lugar a uma praça do mercado encantadora e perto dali, uma torre com 30 metros de altura construída em 1884, o cartão postal desta cidade.
Seguimos pela Estrada Romântica: Já percorremos 307 km e por incrível que pareça, nem parece que já foi tudo isso. Uma tristeza envolve meu coração: estamos chegando ao fim deste passeio encantado e romântico.
A paisagem começa a mudar: os Alpes alemães não demorarão a aparecer!

Passamos por Hohenfurch, rodeado por florestas densas. Ali, os Alpes já são visíveis. Difícil não se emocionar.
Passamos por uma extensa fila de bicicletas que estavam também percorrendo toda a Estrada Romântica. Senti um sensação incrível de liberdade nas pedaladas incansáveis de cada um.

Passamos por Schongau, Peiting, Rottenbuch e Wildsteig, esta no sopé dos Alpes rodeado por lagos e vastos campos de gado. Observei o movimento lento e despreocupado dos animais no pasto e neste momento desejei não voltaramos mais à nossa rotina diária.

Depois de passarmos por Steingaden e Halblech, chegamos em Schwangau, já quase no fim de nosso passeio.
Schwangau, vila dos castelos reais, cercado por quatro lagos e uma natureza estonteante. Ali o tempo parou. Avistei o imponente Neuschwanstein, castelo constuído pelo rei Ludwig II, o rei que de “louco” não tinha nada mas sim, considero-o um rei dos contos de fadas.
Me observando do alto do morro, o inesquecível Hohenschwangau, construído por Maximilian II, outro notável personagem da história da Baviera.

Terminamos nosso mágico passeio por Füssen, uma das regiões mais atraentes da Alemanha. O centro desta linda cidadezinha medieval é inesquecível. Seu castelo, o Hohes Schloss e o Mosteiro de St Mang aos pés da cidade são visitas imperdíveis.

Augsburg
Marienberg, em Würzburg
Marienberg, em Würzburg
Lindas cidadezinhas no caminho da Estrada Romantica
Charmoso restaurante e suas delícias culinárias
A romântica Lauda-Königshofen
A romântica Lauda-Königshofen
Praça em Bad Mergentheim
Praça em Bad Mergentheim
O imponente Neuschwanstein
O imponente Neuschwanstein
Brasão do castelo de Bad Mergentheim
Brasão do castelo de Bad Mergentheim
Praça em Weikersheim
Praça em Weikersheim
Caminho da Estrada Romântica
Ruazinha de Landsberg am Lech
Ruazinha de Landsberg am Lech
Creglingen
Marcelo no Residenz, em Würzburg
A Alte Mainbrücke, em Würzburg
A Alte Mainbrücke, em Würzburg, construída em 1473 é a mais antiga ponte que cruza o rio Main

Percorrer toda a Estrada Romantica foi uma experiência inesquecível.

Toda a rota estava bem sinalizada, muitas vezes ela passa por dentro de grandes cidades como Würzburg, mas seu maior trecho sao estradinhas convidativas e cheias de charme.

Aconselho 4 dias para conhecer toda ela. Começando por Würzburg, conhecendo seus pontos turísticos e pernoitando por lá.

Siguam a rota até Rothenburg e pernoitem por lá.  Depois, parem e pernoitem em Augsburg, seguindo até Schwangau.
Vários hotéis e pousadas lindas estão pelo caminho, assim como restaurantes e cafés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>